Sávio Barbosa - Remo já faturou mais de R$120 mil com vendas de máscaras, álcool em gel e camisas.

Categorias

Mais Lidas

Remo já faturou mais de R$120 mil com vendas de máscaras, álcool em gel e camisas.

O Remo vem se reinventando nesse momento de crise financeira, com a paralisação das competições. O clube realizou algumas ações de marketing neste período e vem arrecadando com a comercialização de máscaras, camisas dos dias das mães e álcool em gel.

O presidente do clube, Fábio Bentes, está surpreso e adiantou que o clube já arrecadou um bom valor nesse momento sem partidas oficiais. “Já ultrapassamos mais de 13 mil máscaras vendidas, nossa expectativa inicial era de 10 mil e isso é muito bom. Estamos trabalhando no nosso limite de entrega, que são 400 por dia, pois estamos com dificuldade em quem faça esse serviço, já que está em falta, pois hoje tudo se trabalha com delivery e é um profissional bastante requisitado no mercado. Nosso álcool em gel esgotamos o primeiro lote de 500 unidades e a camisa dos dias das mães vendemos mais de 500 peças”, comentou, Bentes.

Juntando essas três ações, o clube já garantiu mais de R$120 mil neste tempo sem jogos, sem contar mais duas fontes de receitas, que são os novos planos de sócio-torcedores e a venda da camisa “Sangue Azul”, que está disponível no delivery ou no drive thru, na Sede social do Leão, na Avenida Nazaré.

O Remo dispensou cinco jogadores e mais dois podem sair, tudo isso para enxugar a folha salarial, além de acertar com atletas e comissão técnica, uma redução de 50% nos salários enquanto durar a pandemia do novo coronavírus.