Sávio Barbosa - A improdutividade da CMB e as lorotas de Zenaldo.

Categorias

Mais Lidas

A improdutividade da CMB e as lorotas de Zenaldo.

No estilo loroteiro de sempre, o prefeito de Belém foi à Câmara Municipal ontem fazer um balanço de sua pífia administração na abertura dos trabalhos da nova legislatura, aproveitando para debulhar uma série de inverdades sobre os sete tenebrosos anos de gestão tucana.
Encorajado por baba-ovos de toda espécie, o pior gestor da história de Belém teve a pachorra de apontar fictícios “avanços” e fantasmagóricas melhorias, culpando Deus e todo mundo pela desastrosa administração, incluindo o governo federal e a crise internacional. Cara de pau sem limites.
Infelizmente a CMB tem funcionado como uma “espécie” de secretaria municipal extra da Prefeitura de Belém. Já que o atual Presidente, Mauro Freitas, é um incansável defensor da desastrosa gestão de Zenaldo Coutinho, ludibriado que pode ser seu sucessor na Prefeitura de Belém. Ao invés de exercer o seu poder de forma independente, o presidente da Câmara topa exercer esse papel de secretaria do Poder Executivo, tornando a Câmara subjugada ao prefeito, portanto, o esvaziamento de quórum e projetos sem muita relevância sejam aprovados, tem sendo a estratégia escolhida para que as proposições que não estivessem alinhadas com a presidência da Casa não tivessem a oportunidade de serem debatidas e, consequentemente, votadas.