Sávio Barbosa - Asfalto superfaturado: MPE e TCM poderão investigar obra da Av. Almirante Barroso.

Categorias

Mais Lidas

Asfalto superfaturado: MPE e TCM poderão investigar obra da Av. Almirante Barroso.

O deputado federal Edmilson Rodrigues (PSOL/PA) cobrou que o Ministério Público do Estado do Pará e o Tribunal de Contas dos Municípios do Pará (TCM) apurem o superfaturamento de R$ 5 milhões apontado em reportagem da TV Liberal e G1 Pará. Ele falou do assunto em pronunciamento em plenário da Câmara Federal, nesta quarta-feira, 04/03.

“Qualquer paraense fica feliz quando vê a Avenida Almirante Barroso recebendo obra. Eu fiquei feliz. Mas, infelizmente, ontem reportagem da TV Liberal e do G1, ambos da Rede Globo, denunciam o superfaturamento de R$ 5 milhões, (isto é) R$ 500 mil a mais em cada quilômetro dos 10 quilômetros que estão sendo apenas recapeados nessa avenida. Que o MP e o TCM apurem mais esse crime contra o erário e o povo de Belém de um prefeito que está triplamente cassado”, disse Edmilson em plenário.

Reportagem

A obra na Av. Almirante Barroso teve início em 11 de novembro do ano passado e deveria ser concluída em 60 dias, mas ainda não foi finalizada, causando transtorno à população, que enfrenta congestionamento devido à obra.

O engenheiro civil Fabrício Corrêa, ouvido pela reportagem, alegou que o valor total da obra, R$13.059.184,22, ou seja, 1,3 milhão por quilômetro, está acima do que costuma ser pago em obras semelhantes. “Levantamentos em editais de licitação em outros centros urbanos mostram que a média para o quilômetro pavimentado é de R$800 mil”, afirmou o engenheiro.