Sávio Barbosa - BOMBA: Família de Márcio Miranda enriquece com dinheiro da Saúde Pública. 

Categorias

Mais Lidas

BOMBA: Família de Márcio Miranda enriquece com dinheiro da Saúde Pública. 

Pelo menos R$ 30 milhões já foram repassados pelo Governo do Estado e pela Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) a duas empresas. Os valores foram pagos entre janeiro de 2004 e 5 de junho deste ano e já atualizados com base no IPCA-E de março último.

A maior parte desse dinheiro saiu dos cofres do Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep) e beneficiou o Hospital Francisco Magalhães, de Castanhal, que, segundo a Receita Federal, pertence à Daniela Chaves de Magalhães Miranda, esposa do deputado estadual Márcio Miranda, e a dois filhos do casal: Ygor e Ytalo. Cerca de 70% desses R$ 30 milhões foram pagos a partir de 2011, no governo do tucano Simão Jatene, quando o Iasep passou a ser controlado pelo DEM, o partido do deputado, que preside a Alepa.

Entre 2011 e 2013, o Iasep foi até presidido por Kleber Tayrone Teixeira Miranda, que é irmão de Márcio Miranda. Naqueles três anos, o dinheiro repassado a essas empresas superou tudo o que elas receberam nos seis anos anteriores.

Só o Hospital Francisco Magalhães recebeu do Iasep mais de R$ 19 milhões, segundo números do Portal da Transparência. Desse total, mais de R$ 14 milhões (74%) foram pagos de 2011 para cá. Entre 2011 e 2013, quando o Iasep foi presidido pelo irmão do deputado, os pagamentos ao hospital somaram R$ 5,7 milhões, contra os R$ 4,9 milhões que ele havia recebido entre 2004 e 2010. O fato espanta até porque não se tem notícia de uma explosão de segurados naquele instituto. Entre 2009 e 2017, o número de segurados do Iasep, em todo o estado, cresceu apenas 6,5% (era de 206.508 e foi para 220 mil, segundo dados do próprio Governo).

No entanto, o dinheiro repassado ao hospital aumentou 244%, em valores da época, nesse período. O aumento real (quando o cálculo é feito sobre valores atualizados, ou seja, já retirada a inflação) foi de quase 111%. E quanto mais se amplia a comparação, pior fica: em relação a 2004, o aumento alcançou 881% em 2017 (valores da época), ou 375%, em termos reais.

O quadro é semelhante na Medical Diagnósticos e Assistência Médica Ltda também de Castanhal e que também pertence à mulher e aos filhos de Márcio Miranda e atua na área de consultas médicas e exames. Entre janeiro de 2004 e 5 de junho deste ano, o Iasep pagou à empresa mais de R$ 11,2 milhões, em valores atualizados.

Desse total, mais de R$ 8 milhões (quase 71%) foram pagos de 2011 para cá. Entre 2011 e 2013, quando o irmão do deputado presidiu o Iasep, os pagamentos à empresa somaram mais de R$ 3 milhões, o que quase empata com os R$ 3,3 milhões que ela recebeu nos seis anos anteriores.

VERBAS

Entre 2009 e o ano passado, as verbas recebidas pela empresa cresceram 336%, em valores da época, ou 167% em termos reais. Considerando todo o período entre 2004 e 2017, o aumento foi de quase 720%, em valores da época, ou 297% em termos reais. Na Receita Federal, o deputado figura como sócio-administrador da empresa Magalhães Miranda&Cia Ltda, em sociedade com a esposa, Daniela, e Ygor, o filho. A empresa também se destina a atendimento hospitalar e está registrada no mesmo endereço da Medical Diagnósticos: a avenida Barão do Rio Branco, 1347, no bairro de Nova Olinda, em Castanhal.


-Ana Célia Pinheiro/ Blog do Sávio Barbosa/ Foto: Google Imagem

  • Nazareno Piani
    10 de junho de 2018 at 17:44

    Foda se

  • Unknown
    11 de junho de 2018 at 13:21

    O que eu acho engraçado é um jornalecozinho que não tem credibilidade nenhuma e quer desamar o presidente da alepa, o deputado Márcio Miranda. Eu queria saber porque o jornal diário do Pará em duas matérias não divulgam o nome dos donos, que são Jader Barbalho e Elder Barbalho, que estão envolvidos na lava jato. Porque será que isso nunca sai no jornal? Se prepare deputado Márcio, que agora vão querer lhe atingir de todas as formas, mas o povo paraense sabe que o deputado Márcio Miranda é um ficha limpa!

  • WALQUER CARNEIRO
    11 de junho de 2018 at 15:28

    Magoou hem fofa??!!! O deputado Márcio Miranda terá que responder a essas suspeitas. Bem que ele não queria ser candidato ao governo, mas acordo de máfia não pode ser desconsiderado e agora chegou a hora dele entrar na roda…Vai ter que se explicar

  • WALQUER CARNEIRO
    11 de junho de 2018 at 15:30

    https://saviobarbosapa.blogspot.com/2018/02/bastidores-da-politica-marcio-miranda.html

    Informações que o deputado e Presidente da Alepa, Márcio Miranda do DEM, agora ou possível "ex-candidato" tucano começa refazer sua caminhada de volta a candidatura ao senado. Tudo vem depois do encontro casual dos deputados Cássio Andrade, Sidney Rosa e Márcio Miranda que foi até a casa de Cássio, procura-ló e no bate-papo admitiu a reviravolta no ninho tucano, inclusive as conversas de dentro da cozinha de Jatene que deixariam ele só nesse fogo, e que conforme isso, está quase certo o nome do Secretário Adnan Demachk para disputar o governo do estado pelo PSDB. Interesse inicial da alta cúpula! Uma coisa é certa, o embaraço tá formado nessa embarcação.
    Registro do encontro desta noite de quarta-feira na casa do deputado Cássio Andrade, onde estavá Sidney Rosa e Márcio Miranda.

  • Roberto Estevam Benedetti
    11 de junho de 2018 at 20:11

    2

  • Nego Tesudo
    12 de junho de 2018 at 14:48

    Meu caro Walter, na boa, acho que ele vai responder pedindo votos pra se eleger governador do Estado. Chega. 20 anos de Desse grupo governando o estado. Resultado: aumento da violência, caos na saúde, caos na educação.

  • Unknown
    22 de junho de 2018 at 22:20

    Como dizia meu amigo Cézar: A coisa qdo não coisa faz como o outro fica quinem, e de maneira de forma estais, ora pois pois.

  • Case
    1 de março de 2019 at 08:28

    Não é de hoje que a verba da saúde e desviada.cabe ao ministério público fiscalização quem desvia este recurso que é para melhora do povo não tem perdão pena de reclusão.

  • Case
    14 de março de 2019 at 13:38

    Mas sempre o.desvio e na saúde .