Sávio Barbosa - Cápsulas Vanessa serão instaladas na próxima semana em hospitais de Marituba.

Categorias

Mais Lidas

Cápsulas Vanessa serão instaladas na próxima semana em hospitais de Marituba.

O prefeito de Marituba, Mário Filho, se reuniu com profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), nesta terça-feira (19) para tratar do funcionamento das cápsulas Vanessa que serão instaladas na próxima semana no Hospital de Urgência e Emergência e na Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas. Ao todo, a Prefeitura de Marituba adquiriu dez cápsulas de ventilação e vai confeccionar mais dez a partir dos modelos doados pelo Instituto Transire, de Manaus.

Segundo Mário Filho, as cápsulas executam um trabalho de ventilação não invasivo que faz com que pacientes com baixa saturação comecem a melhorar sem precisar serem entubados. “O modelo foi doado pelo Instituto Transire e esta semana vamos entrar nos hospitais de Marituba com este tratamento. A recuperação dos pacientes é fantástica, a elevação da saturação também é fantástica. Com isso, vamos dar um passo muito importante no combate ao coronavírus”, anunciou ele.

Além de trazer conforto aos pacientes, a tecnologia diminui os riscos de contaminação dos profissionais de saúde e a necessidade precoce de entubação. “Todo paciente acometido de Covid-19, e que tiver uma saturação abaixo de 80, fará uso dela, informou o secretário municipal de Saúde, Josué Pompeu, ao explicar que o benefício visa “garantir uma terapêutica ventilatória mais eficaz, mais rápida, menos invasiva, menos agressiva, reduzindo o tempo de hospitalização dos pacientes”.

As cabines são uma alternativa de baixo custo, montadas com canos de PVC e revestidos por uma película transparente. As cápsulas receberam o nome de Vanessa em homenagem a uma paciente que conseguiu se recuperar ao ser submetida ao método.

Marituba será o primeiro município no estado a colocar nos pacientes as cápsulas Vanessa. No total, o Instituto Transire fez a doação de 50 cápsulas de ventilação não invasiva, sendo 40 para o estado e 10 para Marituba. O carregamento chegou a Belém no dia 05 de maio, em avião do Governo no Estado que desembarcou no Grupamento Aéreo de Segurança Pública do Pará (Graesp), em Belém.

Informações Comus/Marituba | Fotos: Paulo Ricardo Rezende