Sávio Barbosa - Disputa acirrada na Faepa. Luciano Guedes lança candidatura à presidência.

Categorias

Mais Lidas

Disputa acirrada na Faepa. Luciano Guedes lança candidatura à presidência.

O setor produtivo do Estado do Pará foi surpreendido ontem 27, com um vídeo do ex-prefeito e gestor da Adepará, Luciano Guedes, que anuncia o lançamento da chapa “Nova” Faepa. A notícia caiu como uma bomba no colo de Carlos Xavier, atual presidente da Federação da Agricultura no Estado do Pará (FAEPA), e que é alvo de denúncias de desvios de dinheiro público  no Ministério público do Pará (MPPA).

Como detalhe, Xavier que já está há trinta anos na presidência da instituição, pela primeira vez terá um chapa concorrente disputando a presidência da entidade.

Nos bastidores do agronegócio paraense comenta-se que Guedes está acompanhado de grandes lideranças do setor produtivo, com representatividade em vários municípios, e de vários segmentos do Agronegócio paraense.

Luciano Guedes fala em nova Gestão, participativa, com a cara do produtor, em contraponto a postura ditadora e autoritária do atual presidente.

Carlos Xavier há 30 anos na presidência, é alvo de investigação pelo Ministério Público.
Produtores avaliam que a Faepa perdeu a representatividade do setor, que busca por novas lideranças que possam trabalhar em sintonia com os anseios dos produtores. Ainda segundo eles, as denúncias que pesam sobre Xavier são gravíssimas e robustas, e que podem comprometer à sua reeleição.
Em setembro deste ano, a Faepa completou 67 anos, sendo que há 30 a entidade está no comando de Carlos Xavier. São milhões e milhões de reais repassados ao Fundepec por órgãos como Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e Pesca (Sedap), Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará ( Adepará),  Superintendência Federal de Agricultura no Pará (SFA), Sindicato Nacional das Empresas Leiloeiras, Conselho Regional de Medicina – Veterinários, Sindicato da Indústria da Carne e Derivados (Sindicarne), e Sindicato dos Pecuaristas de Corte (Sindicorte), dizem os produtores.
A bronca segundo a classe é porque Carlos Xavier, não abre mão de manter sob total sigilo o que faz com os recursos.
Sobre a gestão de Xavier, eles disseram que tá na hora de ser substituído, principalmente por que está sendo investigado pelo Núcleo de Combate à Corrupção e à Improbidade Administrativa do Ministério Público do Pará – MPPA, fato que segundo eles desmoraliza a entidade. 
Diante de esses fatos a expectativa é de crescimento do nome de Luciano Guedes como candidato a presidente da federação.
Sobre Luciano Guedes
2010 a 2013/ 2013 a 2016/ 2016 a 2019  
Foi vice-Presidente da Federação da Agricultura do Estado do Pará – Faepa, 2015 a 2017, Diretor Geral da Adepará, 2009 a 2012. Prefeito de Pau D’Arco, 1998  a 1999 / 2005 a 2006. Presidente do Sindicato Rural de Redenção,1988. Médico Veterinário – UFMG.
Fonte/Edt: Jornal Manancial/Blog do Sávio Barbosa/ Foto: Internet 
  • Thaeme
    28 de dezembro de 2018 at 23:22

    Tirar um corrupto e colocar outro, o que muda mesmo?