Sávio Barbosa - O discurso e a prática de Renato Ogawa.

Categorias

Mais Lidas

O discurso e a prática de Renato Ogawa.

O discurso de posse do prefeito de Barcarena, Renato Ogawa, feito em 1º de janeiro desse ano, ainda está bem fresco na memória. Quem acompanhou a cerimônia e ficou atento ao que ele disse deve se lembrar dos compromissos assumidos pelo atual gestor.

Naquela ocasião, Renato destacou dois pontos importantes: combater a desigualdade social e a pandemia da covid-19. Disse também que o projeto de transformação do município não pararia, mesmo diante da crise sanitária.

Estamos há seis meses do começo da gestão e Renato mantém a agenda de cuidar e preservar a vida das pessoas, com medidas de enfrentamento contra esse terrível vírus e ações que possam garantir o bem-estar principalmente dos mais pobres.

É fácil dizer que o município está “entregue às baratas”, quando não se olha para o trabalho realizado pelas equipes da Saúde, Educação e Assistência Social. O foco delas, orientadas pelo prefeito, é priorizar a vida e a saúde de todos.

As obras físicas não vão parar, os projetos da gestão anterior estão em andamento e serão inaugurados, o asfaltamento de ruas será sempre uma preocupação da gestão, a geração de empregos idem, mas a vida deve estar em primeiro lugar.

O prefeito deve ter pressa para ver o fim dessa pandemia, com todo mundo vacinado. A urgência agora deve ser essa. Todos os esforços são para que a vida da gente volte ao normal o mais rápido possível.

As críticas são bem-vindas, desde que plausíveis. Afinal, ofensa não é argumento e não constrói nada de bom. Nota-se que a gestão Renato Ogawa segue calcada no profissionalismo, na técnica e aliada a instituições parceiras.

Percebe-se que o atual governo municipal trabalha para todos e com todos os que sonham com uma cidade cada vez melhor. Portanto, Renato saiu do discurso e foi para a prática, enfrentando as dificuldades de um tempo sombrio.