Sávio Barbosa - O ficha suja tentando dar uma de moralista em Marituba.

Categorias

Mais Lidas

O ficha suja tentando dar uma de moralista em Marituba.

O ex-prefeito de Marituba responde a mais de 40 ações por improbidade, além de ser inelegível e ter a ficha suja. O passado do tucano Antônio Armando, nunca foi nada bom em Marituba. Agora ele tenta montar uma frente de partidos pra fazer oposição a gestão atual de Marituba. Ele tem que primeiro limpar a sua ficha corrida com a justiça. Para depois pensar em ser candidato da cidade que ele tanto já judiou nas suas gestões quando foi prefeito. Ele já foi condenado em ações de improbidade administrativa. Somente entre as ações ajuizadas pelo Ministério Público do Estado são quase 40 casos.
Na época ele passou pela Prefeitura de Marituba celebrou vários convênios com o Estado. E parte deles, teve prestação de contas, que não foram aceitas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e outra parte ele nem prestou contas. Assim o TCE instaurou a tomada de contas e constatou que os recursos não foram aplicados de forma correta. 
De acordo com o Tribunal de Justiça do Pará, há 93 registros de processos envolvendo o nome de Antônio Armando. Em 49, ele é requerido a prestar alguma explicação sobre as ações ajuizadas, 19 ações foram concluídas. Ele foi condenado por violação aos princípios da Administração Pública, pela ausência de prestação de contas e por dano ao erário. Ainda assim de acordo com a Lei da Ficha Limpa ele é inelegível por responder a todas essas ações. O tucano tem que se conformar e se manter antes de querer liderar alguma frente de partido, com sua ficha corrida, deveria preservar isso sim, quem de fato pretende construir um projeto político no município. Marituba já sofreu muito para permanecer no erro.