Sávio Barbosa - Prefeito e Secretário de Segurança de Ananindeua participam do Seminário do programa “EM FRENTE, BRASIL”.

Categorias

Mais Lidas

Prefeito e Secretário de Segurança de Ananindeua participam do Seminário do programa “EM FRENTE, BRASIL”.

Taxas de criminalidade violenta têm diminuído em municípios que integram a iniciativa Em Frente, Brasil, que conta com a parceria do Ministério da Cidadania. Lançado em setembro, o projeto-piloto já conta com um balanço de resultados positivos, observados até o fim de outubro: foram 321 operações deflagradas, 1.263 pessoas presas e 16,6 toneladas de drogas apreendidas nas cidades de Goiânia (GO), Paulista (PE), São José dos Pinhais (PR), Ananindeua (PA) e Cariacica (ES). Ao todo, 185 mil pessoas foram abordadas. Os dados foram analisados nesta terça-feira (19), em Brasília, durante o Seminário de Apresentação dos Diagnósticos Locais de Segurança, promovido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, que coordena a ação.

O Prefeito de Ananindeua Manoel Pioneiro, juntamente com o Secretário de Segurança e Defesa Social de Ananindeua Zezinho Lima, representam o município de Ananindeua, um dos municípios que teve um dos melhores resultados do programa, onde em dados obteve uma redução de 73% da criminalidade. Participam também na comitiva o Secretário de Estado de Cidadania, Ricardo Balestreri e o Secretário de Administração de Ananindeua Carlos Amílcar 
De acordo com o Secretário de Segurança e Defesa Social de Ananindeua Zezinho Lima, este é um projeto estratégico e prioritário. Para ele, a área social é essencial para o sucesso da ação. “Para nós, é uma satisfação vermos estes resultados e estar atuando de forma integrada com as demais forças de segurança. A área social é imprescindível neste projeto pois não há como fazermos segurança pública apenas com policiamento na rua”, avaliou.
“Em Frente, Brasil”
programa “Em Frente, Brasil”propõe uma nova estrutura para as políticas públicas de Estado direcionadas ao combate da criminalidade violenta. Com foco nos territórios, a iniciativa funciona a partir da implementação de soluções customizadas às realidades regionais. O projeto-piloto conta com ações em cinco cidades: Ananindeua (PA), Cariacica (ES), Goiânia (GO), Paulista (PE) e São José dos Pinhais (PR).
A proposta alia medidas de segurança pública a ações sociais e econômicas, promovendo a transformação das realidades socioeconômicas das regiões por meio da cooperação e da integração – obtidas pelas parcerias firmadas entre governo federal com estados e municípios. No âmbito da União, fazem parte do projeto-piloto os ministérios da Justiça e Segurança Pública; da Cidadania; da Mulher, Família e Direitos Humanos; da Economia; da Saúde; do Desenvolvimento Regional; e da Educação, além da Casa Civil, da Secretaria de Governo, e da Secretaria-Geral da Presidência da República. No caso de governos estaduais e municipais, participam da ação as secretarias com simetria aos ministérios envolvidos.