Sávio Barbosa - Quem é Mário Couto para falar de corrupção?

Categorias

Mais Lidas

Quem é Mário Couto para falar de corrupção?

Ex-senador, bicheiro e hoje investigado pela Polícia Federal faz exigências ao grupo opositor ao governo do estado e fica fora da disputada eleitoral.

Mário Couto exigiu acordo sobre o Detran na chapa encabeçada pelo MDB.

Mário Couto esteve envolvido em escândalo que teve como cerne o gerente do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) em Salinópolis, Jorge Sacola, que cometeu diversas irregularidades durante a sua gestão. Sacola era um fiel e dedicado cabo eleitoral de Mário Couto, o Senador Tapioca, e da filha deste, a deputada Cilene Couto.

Apesar de bradar como defensor da ética na política, o bicheiro e ex-senador Mário Couto esteve, ao longo da vida, envolvido em diversos processos judiciais, sendo acusado, inclusive, de corrupção.

Couto ficou conhecido como Senador Tapioca. Entre 2005 e 2006, quando era presidente da Assembleia Legislativa comprou R$ 2,3 milhões de material elétrico da firma J.C.Rodrigues de Souza, uma microempresa cuja especialidade era produzir farinha de tapioca.

Mário Couto também foi denunciado por racismo e abuso de autoridade contra a assistente-administrativa Edisane Gonçalves de Oliveira. Em depoimento, Edisane acusou o ex-senador de tê-la chamado de “preta”, “safada”, “macaca”,“vagabunda”, entre outros palavrões.

Preocupado com o próprio umbigo

O ex-senador parece perdido desde quando deixou o senado em 2015. O mesmo já havia declarado guerra a Simão Jatene, Flexa Ribeiro e cia limitada e pelo desenho das eleições, bem limitada após o atual governador lançar vários candidatos ao senado para dificultar a reeleição do bicheiro. O que acabou dando certo. Após passar anos batendo no governo do estado e ter declarado apoio a candidatura de Helder Barbalho no último sábado (4), Mário Couto reuniu seu grupo e entregou uma lista com uma série de exigências para confirmar o apoio, dentre elas o comando do Detran e R$ 3 milhões de reais para sua campanha. O pedido não foi aceito e o senador da Tapioca parece ter escutado um SIM de Márcio Miranda, que desesperado tem loteado possíveis cargos em um futuro governo.

Vídeos desmascaram Mário Couto

Nas redes sociais só se fala sobre isso. Diversos vídeos de Mário Couto circulam pelo whatsapp, hora apoiando Helder, outrora apoiando Márcio Miranda, deixando o eleitor cada vez mais confuso sobre a sanidade do ex-senador. A verdade é que Márcio Couto não possui mais credibilidade e nem lado nessas eleições. Seus olhos estão voltados apenas para seu umbigo e seus tão sonhados esqueminhas no Detran.

Foto/Fonte: Elias Brant / Edt: Blog do Sávio Barbosa