Sávio Barbosa - Suspeita de irregularidades em obras e convênios mobiliza equipe da AGE. 

Categorias

Mais Lidas

Suspeita de irregularidades em obras e convênios mobiliza equipe da AGE. 

A Auditoria Geral do Estado vai apurar indícios de desvio de dinheiro público na construção de quatro unidades de saúde do Estado.

Os hospitais Abelardo Santos em Icoaraci, Regional de Castanhal, Santa Rosa, em Abaetetuba e do Caetés em Capanema estão inacabados, mas as empresas responsáveis pelas obras já teriam recebidos repasses de verbas feitos pela Sedop, a Secretaria Estadual de Obras, na gestão passada.

A investigação preliminar foi instaurada após uma inspeção do Governador Helder Barbalho, que esteve em visita aos locais na semana passada. 

Em Barcarena, a situação é parecida, mas com relação a obra da escola de Produção e Trabalho, onde o governador constatou o comprometimento de boa parte da estrutura do prédio. A Secretaria Estadual de Educação já teria disponibilizado mais de 80% do valor da obra para a construtora.

Os convênios celebrados pela Secretaria Estadual de Municípios Sustentáveis na gestão passada, também serão alvo de investigação pela AGE.

“A Auditoria Geral do
 Estado está de portas abertas à sociedade como instrumento de proteção ao erário público”, disse o Auditor Geral, Giussepp Mendes.

Os técnicos da AGE tem 90 dias de prazo para concluir o trabalho de análise em todos os contratos referentes aos empreendimentos e aos convênios. A documentação já foi solicitada às secretarias responsáveis.