Sávio Barbosa - Até onde vai a coragem de Márcio Miranda na disputa do governo? 

Categorias

Mais Lidas

Até onde vai a coragem de Márcio Miranda na disputa do governo? 

Será que sem a chave do cofre Miranda encara essa?

Faltando pouco mais de 08 meses para as eleições de 2018, a imensa maioria do eleitorado paraense desconhece o candidato postiço de Simão Jatene, que vem tentando empurrar goela abaixo.

Márcio vem aparecendo de forma negativa, seja nas redes sociais, em notas de blogs, jornais, enquetes online e até grupos de Whatsapp, onde assessores e simpatizantes tentam dar visibilidade aos seu nome pesado e desconhecido, e acabam por torná-lo desgastado cada vez mais, devido os erros primários que seu apadrinhado governador teve com sua base.

Miranda, vinha a tempos trabalhando pra ser candidato a senador, tendo a maioria do parlamento estadual lhe apoiando, mas o jogo virou, deputados chamaram Márcio e lhe disseram que o acordo era senado, para governo muitos já tinham compromisso com outros candidatos. Mas Jatene com seu canto de sereia, convenceu Miranda ser o candidato ao governo, devido sempre Jatene pensar na vaga de senado, tirando Márcio Miranda de rota.

Outra pedra no sapato do governador é seu vice, que não tem conversa que esteja dando jeito para convencê-lo Zequinha de não assumir o governo caso renúncia de Jatene para deixar governo para Márcio Miranda.

O vice-governador, já avisou que vai fazer uma verdadeira “limpeza”, trocando todos os cargos de indicação de confiança no governo, tão logo assuma o cargo de governador. Por isso, a maioria dos secretários do governo já anunciaram ser candidatos a deputados, incluindo a filha e genro.

É notório que Jatene já está em campanha ao senado, agora vem a pergunta, será que deixará Miranda sozinho nesse fogo? Porque é certeza Zequinha não apoiar Márcio.

Mas os “ludibriados” interlocutores de Miranda contam que ele está muito entusiasmado com a candidatura. Um desses interlocutores, informa que Márcio Miranda já está mais do que mobilizado. Vem falando com prefeitos e outras lideranças, a quem afirma que é sim candidato. E, claro, buscando apoio para a empreitada.

Miranda é mal visto até na sua cidade natal, que é castanhal, pegando o peso de rejeição e desconfiança gerada por seu padrinho Simão, ainda mais eles sem a chave do cofre, quero vê mesmo é o “cabôco” ser corajoso de ser candidato sem o governo na mão. Porque seu adversário, Helder Barbalho vem com tudo e com sangue nos olhos.