Sávio Barbosa - Bora Belém atinge a marca de um milhão de reais repassados a famílias em vulnerabilidade.

Categorias

Mais Lidas

Bora Belém atinge a marca de um milhão de reais repassados a famílias em vulnerabilidade.

Nesta sexta-feira (4), o programa de renda cidadã Bora Belém, uma cooperação entre o Governo do Pará e a Prefeitura de Belém, que disponibiliza auxílios a famílias belenenses em vulnerabilidade, chegou à marca de um milhão de reais repassados. Até as 17h30 de hoje, foram efetivamente sacados no Banco do Estado do Pará (Banpará), operador financeiro do programa, R$ 1.031.690,00, beneficiando 3.185 lares. Metade dos recursos é estadual e a outra metade, municipal.

A iniciativa de transferência de renda tem sido fundamental na vida de muitas pessoas que tiveram sua situação socioeconômica agravada por causa da pandemia.

Como acessar – O objetivo do programa é repassar um total de R$ 60 milhões a 22 mil famílias belenenses já inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), e que não estão recebendo nenhum tipo de auxílio estadual ou federal no momento. A Funpapa (Fundação Papa João XXIII), da Prefeitura de Belém, já tem os dados de todas essas famílias e, por isso, não é preciso realizar nenhum cadastro prévio para receber o benefício.

O valor do auxílio é calculado conforme a composição familiar, de acordo com três faixas: na primeira delas, mulheres com um filho recebem R$ 150; com dois e três filhos, recebem R$ 300, e com quatro ou mais filhos têm direito a R$ 450. A previsão é que cada família receba o auxílio durante um ano e oito meses.

Para liberar os recursos do Bora Belém, as equipes da Funpapa visitam as famílias para confirmar os dados cadastrais. Apenas após a checagem, a Fundação autoriza o Banpará (Banco do Estado do Pará), operador financeiro do programa, a realizar o pagamento. As famílias já visitadas podem consultar a aprovação do benefício no site do programa.

Informações Agência Pará