Sávio Barbosa - Campanha visa reposição de bolsas de sangue para o Hospital Ophir Loyola.

Categorias

Mais Lidas

Campanha visa reposição de bolsas de sangue para o Hospital Ophir Loyola.

Com a finalidade de aumentar a reposição de sangue para os pacientes, o Hospital Ophir Loyola promoverá nos dias 9 e 10 de maio, mais uma campanha de captação de doadores, em parceria com a Fundação Hemopa. A campanha visa estimular a captação de doadores, novos e usuais, para garantir a reposição de bolsas de sangue usadas pelo hospital, onde a demanda por transfusão chega a 900 ao mês.

Os pacientes hematológicos são os que mais precisam de transfusão tanto pelas leucemias, que provocam anemia, quanto pelo tratamento com a quimioterapia mais pesada, que levam a mielossupressão (redução da produção de células sanguíneas pela medula óssea). É no sangue que se concentra boa parte das informações imunológicas que oferecem defesa natural ao organismo. Essa é a realidade de pessoas que precisam de transfusão com frequência, por longos períodos, até a recuperação da saúde.

A necessidade de receber sangue estende-se para usuário de outras referências do hospital, os que serão submetidos a cirurgias de alta complexidade que passam por intensa perda sanguínea ou pacientes renais que desenvolvem anemia. Cerca de 50% da demanda do hospital é atendida a nível ambulatorial, ou seja, na Unidade de Atendimento Imediato e no Hospital dia hematológico, geralmente pacientes que vêm das residências e precisam de atendimento de urgência ou de transfusão pós-quimioterapia, são aqueles considerados em uma fase mais aguda da doença.

Para ser um candidato à doação de sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos (menores devem estar acompanhados do responsável legal), ter mais de 50 kg, estar bem de saúde e portar documento de identificação oficial, original e com foto. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher, a cada três.

Fotos: Agência Pará