Sávio Barbosa - Helder e Lúcio entregam casas e cheques moradia para comunidade de Icoaraci.

Categorias

Mais Lidas

Helder e Lúcio entregam casas e cheques moradia para comunidade de Icoaraci.

Moradores da comunidade Taboquinha, em Icoaraci, região metropolitana de Belém, receberam, nesta quinta-feira (14), unidades habitacionais e cheques moradias no valor de R$ 14 mil cada do Governo do Pará, através da Companhia de Habitação do Estado (Cohab). O governador, Helder Barbalho e o vice-governador Lúcio Vale, fizeram a entrega dos benefícios e anunciaram a retomada das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), de saneamento básico, infraestrutura urbana e regularização fundiária na área.
O investimento é de R$ 65.086.212,96 e corresponde a construção de moradias, infraestrutura urbana, construção da Ponte do Cruzeiro e a recuperação ambiental em torno do Igarapé Tabocal. A obra estava em ritmo lento pela necessidade de aprovação de aditivo de valores, resultante de uma reprogramação de serviços da recuperação ambiental, prevista na segunda etapa do projeto. As dificuldades ocorreram em função da ordem de serviço ter sido emitida pela fiscalização da obra sem a prévia solicitação de dotação orçamentária para o seu provimento.

Para Helder Barbalho, a retomada das obras do PAC representam mais desenvolvimento para o Estado, principalmente, nas questões sociais básicas, como obras de infraestrutura e saneamento. “O sentimento de poder ver que as pessoas, hoje, recebem suas moradias e têm suas casas é de felicidade. É uma satisfação retomar essas obras e garantir dignidade e reorganização de toda a área de saneamento da região, reafirmando nosso compromisso com o bem estar e com a qualidade de vida da comunidade Taboquinha”.
Outras obras:
O Governo do Pará, por meio da Cohab, tem conseguido sanar pendências que travaram as obras em 14 residenciais do PAC no Estado em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). Além dos residenciais Jardim Jader Barbalho, em Ananindeua; e Comunidade Taboquinha, em Icoaraci, distrito de Belém; outras 12 obras possuem pendências específicas, como a necessidade de reintegração de posse devido a ocupações irregulares.
Informações Agência Pará