Sávio Barbosa - Irmão de Zenaldo será investigado pela Justiça.

Categorias

Mais Lidas

Irmão de Zenaldo será investigado pela Justiça.

O blog do jornalista Lúcio Flávio Pinto trás a informação de que Guto Coutinho, irmão do Prefeito de Belém Zenaldo Coutinho será investigado  pelo Ministério Público do Estado, “em razão de cumulação indevida de cargos”.

Augusto Coutinho, vulgo “Guto Coutinho” irmão de Zenaldo Coutinho (PSDB), prefeito de Belém, será investigado pelo Ministério Público do Estado, “em razão de cumulação indevida de cargos”. Ele seria secretário municipal de Administração e conselheiro administrativo da Codem e da Cinbesa. A investigação foi retomada pela 1ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa, a partir de representação encaminhada, em 2017, pelo Núcleo de Combate à Improbidade Administrativa e Combate à Corrupção.

O irmão de Zenaldo, tem uma vida de fazer inveja ou matar de raiva qualquer trabalhador honesto de Belém. Durante mais de 2 anos, ele recebeu salários de 3 órgãos públicos, sem precisar fazer muita força para trabalhar. Com o aval do irmão prefeito, o felizardo considerado por muitos eminência parda do governo de Zenaldo – recebia 3 salários de órgãos diferentes: Sead, Cimbesa e Codem que, juntos, somam mais de R$ 23 mil, pagos mensalmente. Salário maior do que o do próprio Zenaldo recebia e pagos por você, contribuinte.

A boa vida de Guto Coutinho começou justamente quando Zenaldo assumiu a prefeitura, em janeiro de 2012. Pois bem. O DIÁRIO fez uma pesquisa no Portal da Transparência do site da Prefeitura de Belém e conseguiu informações interessantíssimas. Por exemplo: em abril de 2015, Guto Coutinho recebeu um total de R$ 23.069,99, salário maior até mesmo do que o do irmão prefeito, que ganhou, naquele mesmo mês, R$ R$ 19.261,09. Não por acaso, Guto Coutinho é considerado por muita gente, dentro da própria Prefeitura de Belém, o homem que, de fato, manda e desmanda na gestão da capital.

3 EM 1

Para ganhar esse dinheirão todo, o irmão de Zenaldo era uma espécie de 3 em 1, acumulando cargos em três departamentos. Na teoria, Guto atuava na Companhia de Tecnologia da Informação de Belém (Cinbesa) – com salário de R$ 4.012,73 -, na Companhia de Administração e Desenvolvimento da Área Metropolitana de Belém (Codem) – com salário de R$ 3.006,35 – e na Secretaria Municipal de Administração (Semad) – salário de R$ 16.050, 91.

Tanto na Cinbesa quando na Codem, o irmão do prefeito era membro do Conselho, uma espécie de figurante que aparece de vez em quando para dar palpite. Na Semad, ele era o próprio secretário municipal. Detalhe: todos os cargos são indicados pelo prefeito. Ou seja, Zenaldo usou do seu poder para dar empregos – no plural – e ótimos salários ao irmão querido. E tudo, vale relembrar, com dinheiro público.

A BOA VIDA DA FAMÍLIA COUTINHO

Guto Coutinho manteve os três cargos na Prefeitura de Belém até maio de 2015, quando ele deixou a Cinbesa e passou a receber “apenas” da Codem e Semad. Essa situação permaneceu até dezembro do ano passado, quando o irmão de Zenaldo abandonou a função de secretário de Administração. Até janeiro deste ano, Guto Coutinho continuava no Conselho da Codem, ganhando seus R$ 3 mil mensais. Em fevereiro, ele deixou essa função e, atualmente, não ocupa nenhum cargo na Prefeitura. Mas deve ter engordado bastante a conta bancária com os salários astronômicos acumulados, pagos pelo povo de Belém.

Fonte: Lúcio Flávio Pinto/ DOL