Sávio Barbosa - Prefeitura e Sebrae assinam contrato para realização do programa Cidade Empreendedora em Barcarena.

Categorias

Mais Lidas

Prefeitura e Sebrae assinam contrato para realização do programa Cidade Empreendedora em Barcarena.

O prefeito de Barcarena, Renato Ogawa, e o diretor-superintendente do Sebrae no Pará, Rubens Magno, assinaram um contrato que permitirá a realização de ações do programa Cidade Empreendedora no município, nesta sexta-feira, 25, em um clube na Vila dos Cabanos. A cidade é uma das 13 que receberão a segunda edição do programa no estado. A cerimônia de assinatura do contrato reuniu lideranças comunitárias, representantes de associações comerciais, empresários, secretários e políticos, entre eles o presidente da Câmara de Vereadores, Júnior Ogawa.

O Cidade Empreendedora é uma iniciativa do Sebrae em parceria com a prefeitura, que prevê a implementação de um conjunto de estratégias focado em gestão municipal, lideranças locais, desburocratização, sala do empreendedor, compras governamentais, empreendedorismo nas escolas, inclusão produtiva e cooperativismo e crédito.
Em Barcarena, serão 18 meses de trabalho, com a oferta de 38 soluções e mais de mil horas de consultorias, aplicadas por consultores especializados. O Sebrae subsidiará 60% do valor financeiro a ser investido. Nesta edição, além de Barcarena, outras 12 cidades já aderiram ao programa.

“Nós queremos capacitar os empreendedores já existentes e dar oportunidades para todos aqueles que ainda não têm um tipo de renda”, disse o prefeito Renato Ogawa. Por isso, “existe um comprometimento de toda a gestão para que esse programa dê certo em Barcarena”, completou Ogawa. “Nada melhor do que trazer o Sebrae, com o know how e a experiência que tem, para despertar o empreendedorismo em nossa população”, finalizou o gestor.

“Mais uma parceria importante que firmamos em Barcarena. De mãos dadas com o poder público, fortaleceremos ainda mais os pequenos negócios e a economia do município, que tem grande vocação ao empreendedorismo”, disse Rubens Magno. O Sebrae divulgou que os eventos de lançamento e assinatura do contrato do Cidade Empreendedora nos municípios são adaptados às normas sanitárias de prevenção à covid-19, com respeito ao número de participantes permitido, obrigatoriedade do uso de máscaras, distanciamento e oferta de álcool em gel para a higienização das mãos.

Sobre o programa – O Cidade Empreendedora foi criado pelo Sebrae para a apoiar a transformação econômica dos municípios por meio da implementação de ações estratégicas voltadas para a melhoria do ambiente de negócios, gerando renda e empregos para as cidades.

Em 2021, o programa foi expandido para mais municípios brasileiros, com expectativa de que ele chegue a 1.150 cidades, de forma adaptada de acordo com o perfil, vocação e interesse de cada localidade. Nos últimos anos, ele foi aplicado em 510 municípios do país.

No Pará, o Cidade Empreendedora começou a rodar em 2019, com ações para o Ciclo 2019\2020 nos municípios de Moju, Canaã dos Carajás, Juruti, Parauapebas, Paragominas e Santa Izabel do Pará.

Informações Comus/PMB