Sávio Barbosa - Prefeitura pode enviar à Câmara de Belém projeto para contratar médicos cubanos.

Categorias

Mais Lidas

Prefeitura pode enviar à Câmara de Belém projeto para contratar médicos cubanos.

A contratação emergencial de médicos formados no exterior – entre eles médicos cubanos – pode ir pra pauta da Câmara Municipal de Belém. Segundo o presidente da casa, vereador Zeca Pirão (MDB), um projeto relacionado ao tema vai ser enviado à casa, pelo Poder Executivo. Em reunião realizada no dia 31 de março, o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra expôs aos parlamentares o problema envolvendo a falta de profissionais para atendimento da população.

“Imediatamente, em menos de meia hora, nós colocamos o nosso jurídico, junto com a nossa diretoria legislativa, para fazer um documento perante a pandemia, dando toda a liberdade à Prefeitura de contratar qualquer tipo de médico que ela esteja necessitada para atender a população de Belém. Porque Belém, igual o Brasil todo, está passando por essa dificuldade e eu acho um absurdo, até nós que somos vereadores, legisladores, fiscalizadores, termos que dar autorização numa situação dessa, de urgência. Num caso desse, era pra fazer a contratação imediata, sem pedir autorização pra Câmara, porque a população não pode esperar, a doença não espera, ela está aí, matando centenas de milhares de pessoas”, argumentou.

Ele diz que a casa está esperando o prefeito Edmilson Rodrigues mandar um projeto regulamentando essa autorização para a contratação emergencial de médicos, inclusive os formados em universidades fora do Brasil. “Até pedi para mandarem urgente isso, porque é necessário, a gente precisa ter médicos. É qualquer tipo de médico. Eu fico vendo as discussões, porque são cubanos. Eu acho o seguinte: eu vi ano passado, a população reclamando porque os cubanos foram embora. São elogios (ao trabalho deles) em todos os municípios. Agora, os cubanos não prestam. Isso que eu quero saber, qual é a diferença”, reclama Pirão.

Leia mais:

Vereadores de Belém pedem contratação de médicos cubanos para reforçar o combate à pandemia.