Sávio Barbosa - Prorrogadas as inscrições para o III Curso de Formação em Ópera.

Categorias

Mais Lidas

Prorrogadas as inscrições para o III Curso de Formação em Ópera.

Iniciativa vai disponibilizar 90 bolsas para cantores líricos e técnicos da área

O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), prorrogou as inscrições para o III Curso de Formação em Ópera do Theatro da Paz. Agora, artistas e técnicos interessados em participar da capacitação terão até o dia 28 de maio para se inscrever. Tanto o edital quanto o regulamento e o link para cadastro estão disponíveis no site do Festival de Ópera: festivaldeoperatp.com/edital.

“O Curso de Formação em Ópera entra em sua terceira edição, com investimento e alcance ampliados a cada ano, se consolidando como uma política pública de excelentes resultados, tanto na garantia de renda para os bolsistas, quanto no crescimento da rede de profissionais capacitados para atuar na ópera e nas artes cênicas em geral. O Pará é pioneiro neste programa formativo no país, com investimento de quase 800 mil reais, agora em 2021. A extensão do prazo de inscrição é também uma forma de oportunizar um número maior de concorrentes no edital.”, pontuou a secretária de Estado de Cultura, Ursula Vidal.

Voltado para cantores líricos (Modalidade I) e técnicos (Modalidade II) do segmento de ópera, o curso oferta 90 bolsas este ano, sendo 10 voltadas a profissionais do Amazonas, em uma parceria inédita com a Secretaria de Cultura do Estado vizinho. O curso será desenvolvido em cinco meses, de segunda a sexta-feira, das 14h às 20h. As aulas serão ministradas em formato EAD (Ensino à Distância) e, quando possível e necessário, presencialmente, nas dependências do Theatro da Paz e do Teatro Amazonas, de acordo com o cronograma a ser disponibilizado pela coordenação do curso.

A diretora artística do Festival de Ópera, Jena Vieira, explica que as aulas são voltadas para quem já tem um conhecimento básico em ópera. “O curso tem sido pensado para que tanto cantores quanto técnicos tenham uma visão total do que é a complexidade da ópera. Ela engloba todas as artes, por isso, quando fazemos esse curso em forma de oficinas, obviamente não dá para aprofundar tudo, então ele é voltado para pessoas que já têm essa formação, traz as novidades do segmento e compartilha conhecimentos de ministrantes que são profissionais do mais alto nível”, destaca a diretora.

De acordo com o edital, os 20 candidatos com maior pontuação das modalidades I e II receberão bolsa no valor de R$ 4.200,00, divididos em 5 parcelas mensais de R$ 840,00, que correspondem ao nível avançado. Já para os 20 candidatos restantes das modalidades I e II (nível intermediário) e para os 10 candidatos selecionados do Estado do Amazonas, serão R$ 3.000,00, divididos em 5 parcelas mensais de R$ 600,00.

A Secult reforça que não podem se inscrever cônjuges, parentes consanguíneos ou afins em linha reta ou colateral até o segundo grau de algum dos integrantes da Banca Avaliadora; servidores, terceirizados e estagiários da Secult/PA; e pessoas declaradas inidôneas, suspensas ou impedidas de contratar com a Administração Pública.

Informações Ascom/Secult | Foto: Mário Quadros