Sávio Barbosa - Senador Analógico: Zequinha Marinho gasta quase 100 mil reais de dinheiro público com serviços de Correios.

Categorias

Mais Lidas

Senador Analógico: Zequinha Marinho gasta quase 100 mil reais de dinheiro público com serviços de Correios.

Em meio à crise econômica provocada pela pandemia de covid-19, alguns parlamentares optam por reduzir certos custos de seus privilégios políticos, pensando em diminuir os gastos públicos, que devem ser destinados para ajudar a população que mais precisa. No entanto, alguns seguem com gastos exorbitantes e totalmente fora da realidade de qualquer cidadão brasileiro.

É o caso do senador Zequinha Marinho (PSC), que possui um dos maiores gastos já registrados com Correios: R$ 99.752,11. Isso mesmo, o senador paraense gastou quase 100 mil reais de dinheiro público neste ano apenas com serviço de correios, como o envio de cartas, malas diretas, encomendas (PACs), Sedex, entre outros tipos de serviços.

O valor fica ainda mais chocante quando comparado com outros senadores paraenses. Paulo Rocha (PT) gastou um total de R$ 63.174,09 com este tipo de serviço. Já o senador Jader Barbalho (MDB) não possui nenhum gasto com correios registrado neste ano.

As informações são do portal da transparência do Senado Federal, e podem ser acessadas facilmente neste link: https://www6g.senado.leg.br/transparencia/sen/3806/?ano=2021

Em nota, a assessoria do senador respondeu que o gabinete confeccionou e fez o envio de publicações legislativas atualizadas para auxiliar prefeitos, vice-prefeitos e vereadores no exercício de seus mandatos. 

“Os agentes políticos de todos os 144 municípios do Pará receberam publicações compostas por Vade Mecum, Constituição Federal, Constituição do Pará, Estatuto da Pessoa com Deficiência, Estatuto da Criança e do Adolescente, Estatuto do Idoso, Código de Proteção e Defesa do Consumidor e Lei Maria da Penha.”

No entanto, o que chama a atenção, é que a maioria desses materiais, como a Constituição Federal, podem ser encontrados gratuitamente na internet, não necessitando de um gasto público desta magnitude para que agentes públicos tenham conhecimento sobre as leis.

Por Portal Zero94