Sávio Barbosa - Técnica de enfermagem Shirley Maia é a primeira a ser vacinada em solo paraense.

Categorias

Mais Lidas

Técnica de enfermagem Shirley Maia é a primeira a ser vacinada em solo paraense.

A técnica de enfermagem Shirley Cuimar Cruz Maia, 39 anos, é a primeira vacinada em solo paraense. A trabalhadora é negra e mãe de quatro filhos, e presta serviços ao Hospital de Campanha do Hangar, em Belém. Cuida de pacientes com o novo coronavírus desde 2020.

“Foram vacinadas mulheres, negras, trabalhadoras e que possuem na sua história o retrato de tantas mulheres deste querido Pará”, disse o Governador Helder Barabalho.

Marielza da Silva Monteiro, 57 anos, técnica de enfermagem, foi a segunda vacinada.

Marielsa da Silva Monteiro

O primeiro profissional de Ananindeua, Região Metropolitana de Belém, a receber a vacina foi João Bernardo, 37 anos, enfermeiro.

João Bernardo

O Ministério da Saúde cometeu um erro na distribuição dos lotes ontem, o que gerou um atraso para começar a vacinação no Pará. O governador Helder Barbalho esteve presente na chegada das vacinas no fim desta segunda-feira (18).

Estiveram presentes o vice-governador Lúcio Vale, o prefeito de Belém ,Edmilson Rodrigues e o prefeito de Ananindeua, Dr. Daniel

O governado se encaminha agora para Marabá, sudeste paraense. Na Aldeia Kykatejê será vacinada uma idosa de 105 anos, em seguida ele irá para Santarém, onde a vacinação ocorrerá em um morador de uma silo local.

Para esta primeira fase, apenas trabalhadores de saúde; pessoas com mais de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência e indígenas aldeados, irão se vacinar.

Vale lembrar ainda que, o plano de vacinação do Pará prevê que todos os 144 municípios do Estado vacinem simultaneamente.