Sávio Barbosa - Vereador traidor se filia ao PSDB em clima de velório.

Categorias

Mais Lidas

Vereador traidor se filia ao PSDB em clima de velório.

Em ambiente de visível hostilidade por parte de integrantes da juventude do PSDB, Zenaldo levou seu afilhado Mauro “Litrão” Freitas, na noite desta sexta-feira a sede do partido e o ritual foi constrangedor. Apesar da conhecida lábia, o Presidente da Câmara se atrapalhou ao tentar vender a ideia de lealdade a nova sigla e piorou tudo ao dizer que virar tucano era um “sonho de adolescência”, como se alguém pudesse ter o PSDB como objetivo de vida. Fingindo forte emoção, Freitas teve a cara de pau de citar Mário Covas e do “grande” Simão Jatene, a quem apunhalou pelas costas. No ninho tucano o Mauro é conhecido como falso e traidor depois do áudio vazado depois que ele desdenhou o partido e suas lideranças, inclusive do Zenaldo, que revelou que quando tá bebado fala tudo. Isso porque se diz ser homem de confiança do Zenaldo.

Escute o áudio vazado que causou maior rebuliço no ninho tucano:

Responsável pela imposição na marra do Presidente da Câmara como pré-candidato à sua sucessão, depois de atropelar Jatene e outros nomes históricos do partido, Zenaldo avalizou a ficha de filiação de Freitas e teve dificuldades para conseguir arrancar umas poucas palmas ao tucano postiço. O clima de velório, acentuado pelos sorrisos forçados ou de cara amarrada por parte dos dirigem mais jovens, combinava pelo menos com o amarelão tradicional do partido. Ao discursar, Zenaldo teve a coragem de falar em “projeto consolidado em Belém”. Sendo que o próprio Presidente da Câmara já disse em áudio vazado que o marqueteiros deles disse que o PSDB não vai dar mais em Belém.